Você pode curar sua vida: Como despertar ideias positivas, superar doenças e viver plenamente

Atualizado: 6 de jan.



Este parece ter sido a segunda obra que Louise Hay escreveu após o sucesso do livro Cure seu corpo. Segundo a autora, esta obra foi estruturada em forma de sessões, similares aos que os leitores teriam se fossem seus clientes em um atendimento particular ou estivessem no auditório de um de seus seminários. Portanto, ela recomenda uma leitura prévia, seguida de uma leitura fragmentada em sessões com a realizada de cada exercício proposto.


Logo na abertura, ela apresenta o ponto central de sua filosofia que creio ser importante transcrever:

Somos todos cem por cento responsáveis por nossas experiências. Cada pensamento que temos está criando nosso futuro. O ponto do poder está sempre no momento presente. Todos sofrem de culpa e ódio voltados contra si mesmos. A frase chave de todos é: "Não sou bom o bastante". É apenas um pensamento e um pensamento pode ser modificado. Ressentimento, crítica e culpa são os padrões mais prejudiciais. A liberação do ressentimento pode remover até o câncer. Quando realmente amamos a nós mesmos, tudo na vida funciona. Devemos nos libertar do passado e perdoar a todos. Devemos estar dispostos a começar a aprender a nos amar. A autoaprovação e a autoaceitação no agora são a chave para mudanças positivas. Cada uma das chamadas "doenças em nosso corpo é criada por nós.


Pensamentos e Palavras criam a realidade

Ao apresentar a base de sua filosofia, Louise explica que são as palavras que criam as nossas experiências, sejam as palavras que pensamos, ou as palavras que falamos. De modo que, ao contrário do que fomos doutrinados a acreditar, não são as circunstâncias externas que de fato nos afetam ou tem poder sobre nós, mas sim a nossa mente. O Universo está nos fazendo receber aquilo que oferecemos a ele através de nossos pensamentos. Deste modo, Louise afirma, que somos cem por cento responsáveis por nossas experiências sejam elas boas ou más e que as palavras que emitimos são sintomas de nossos pensamentos interiores.

O que acreditamos sobre nós mesmos e sobre a vida tornar-se verdade para nós. _ Louise Hay

O nosso subconsciente aceita tudo em que decidimos acreditar, e cada crença se torna a nossa vida prática. Deste modo, nossa mente é a central de comando de nossa vida, portanto, tudo o que acreditamos se torna a nossa realidade.

Nossas crenças pessoais foram construídas com base em nossa experiência de vida, em especial durante a infância e adolescência, portanto, se convivemos com pessoas muito infelizes, medrosas, culpadas ou iradas, desenvolvemos muitas crenças negativas sobre nós, sobre os demais e sobre o mundo e desta forma, mantemos os padrões de vida de nossos país e da sociedade na qual nascemos, perpetuando ciclos de fracasso em nossos vidas.

Temos a tendência de recriar nos nossos relacionamentos pessoais os mesmos relacionamentos que tínhamos com nossas mães e pais, ou com o que existia entre eles. (...) Nos tratamos da forma como nossos pais nos tratavam. Repreendemo-nos e castigamo-nos da mesma maneira. _ Louise Hay

Mas, este conhecimento, não é de modo algum um caminho para apontarmos um culpado, na verdade, nossos antepassados nos deram o que também haviam recebido, fizeram o melhor que podiam com os recursos que tinham. Louise cita que somos vítimas de vítimas e aconselha que dediquemos um tempo para conversar com nossos pais e conhecer a história de vida deles, o que nos ajudará a compreender muitas de suas crenças e comportamentos.

Além disto, nos ajudará a compreender o sistema de crenças ao qual estamos submetidos e como ele tem se repetido em nossa vida, nos mantendo presos no passado.


O poder esta no presente

A partir desta compreensão, recebemos liberdade para construir hoje um novo futuro através dos pensamentos que decidimos nutrir em nossa mente e das palavras que decidimos proferir. Independente de como tem sido a nossa vida até aqui, hoje, nos é dado o poder de substituir as velhas crenças, por outras novas e mais construtivas.

O passado não tem poder sobre nós. Não importa por quanto tempo mantivemos um padrão negativo. O ponto do poder está no momento presente. _ Louise Hay

Um passo importante na construção de um futuro diferente e mais próximo do que realmente desejamos é o perdão, sem qual não seremos capazes de nos desprendermos do passado. Compreendendo inclusive, que através de nossas crenças, nós atraímos pessoas que nos tratavam de forma negativa. Portanto, parte do processo de perdão e de quebra deste ciclo de fracasso, esta na mudança de percepção sobre si mesmo, isto nos ajudará a culpar menos as outras pessoas e assumir a nossa responsabilidade em relação ao contexto que estamos vivendo. Louise relata, que a maior parte das pessoas não se sente boa o bastante e carrega sentimento destrutivos como ressentimento, crítica, culpa e medo, que causam muitos problemas inclusive no nível físico. Segundo ela, ressentimentos abrigados por longo período podem produzir câncer no organismo. Já a crítica, pode produzir artrite. A culpa, gera punição, que resulta em dor. O medo e a tensão, podem criar calvície, úlceras e até mesmo dores no pé. Em resumo, todas as doenças tem origem em um estado de não perdão, portanto, sempre que estamos doentes, precisamos procurar em nosso coração quem precisamos perdoar e certamente, a pessoa a quem acharmos mais difícil perdoar é a que mais precisamos perdoar.

Descobri que o perdão e o libertar-se do ressentimento são capazes de dissolver até o câncer. _ Louise Hay

Precisamos perdoar a nós mesmos e aos demais e rever o nosso conceito sobre Deus, deixando de vê-lo como um ser contra nós, e passando a enxergá-lo por nós. Em relação ao perdão, a Louise ensina uma afirmação que fez muito sentido pra mim e que passei a adotar em minha vida, pois ela me ajudou a entender que ficamos ressentidos por as pessoas não serem e não agirem como esperávamos, então, nos decepcionamos e sentimos que a outra pessoa esta em débito conosco, mas esta afirmação nos faz lembrar que as pessoas simplesmente não são como gostaríamos que fossem e nós também temos nossas limitações e precisamos praticar o perdão para nos libertar desta frustração que sentimos.

Eu o perdoo por não ser como eu queria que você fosse. Eu o perdoo e liberto.

É justamente este o significado do perdão, libertar, soltar, desistir do direito de sentença. É mais do que desculpar, é desapegar-se do sentimento, da situação e deixar ir embora. Pode ser difícil deixar ir algumas memórias, sentimos e frustrações, mas, este é primeiramente um processo de decisão. Quando decidimos perdoar, o Universo nos conduz a este caminho.

Portanto, para ter controle sobre as nossas emoções, sobre os nossos comportamentos e sobre os resultados que temos colhido, é necessário mudarmos os nossos pensamentos. Pensamentos podem ser mudados, nós podemos nos recusar a pensar certas coisas.

O importante neste momento é o que você está escolhendo pensar, acreditar e dizer. Esses pensamentos e palavras criarão seu futuro. _ Louise Hay


Descubra a verdade


Nós acreditamos que o problema é o nosso corpo, que esta enfermo e não funciona como deveria. Ou talvez nossos relacionamento que são sufocantes ou insuficientes, ou ainda que as nossas finanças são insuficientes. Mas, a verdade é que estes são apenas os sintomas e não de fato, a raiz do problema, são apenas queixas exteriores que refletem padrões mais profundos que são a verdadeira causa dos males enfrentados.

Seja quais forem os nossos padrões internos, basta observar qual é o nosso estilo de comunicação, a nossa linguagem predominante e teremos pistas.

A pessoa pensa realmente que sabe qual é o problema. Todavia, eu sei que essas queixas não passam de efeitos exteriores de padrões de pensamento internos. Sob eles existe um padrão mais profundo, mais fundamental, que é a base de todos os efeitos externos. _ Louise Hay

A obesidade é um bom exemplo de um sintoma que esconde o verdadeiro fato. Na verdade, as pessoas obesas, sentem medo, insegurança, não se sentem boas o bastante, então, acumulam gordura para se proteger. Pessoas lutam contra o peso por anos sem sucesso, porque estão se culpando e se criticando, tentando combater o sintoma, quando deveriam tratar a origem da doença que esta nos pensamentos que geram o medo e a insegurança.

Louise explica que muitas pessoas afirmam que não podem se amar porque estão gordos, quando a verdade é que não se amam e por isto estão gordos.

Ninguém pode ser bem-sucedido em nada enquanto se sentir sem valor, e amar o eu começa em nunca, jamais criticarmos a nós mesmos por nada, afirma ela.


Quando começamos a nos aprovar e a mar a nós mesmos, a gordura excessiva vai desaparecendo. _ Louise Hay

Por vezes, nossas vidas estão emperradas pela culpa que carregamos por não atender expectativas alheias, de modo que, seguimos pela vida nos cobrando do que deveríamos ter feito, do que deveríamos ter ou ser e isto nos remete a faltas e erros. Então, seria bom substituirmos a palavra "deveria" por "poderia", ampliando assim a nossa possibilidade de escolha. Talvez, acabemos por descobrir que não queremos de fato isto que acreditamos "dever" ser ou fazer, que estamos trazendo sobre nós o peso da necessidade de aprovação.

O fato, é que desde criança, apreendemos como nos sentir sobre nós e sobre a vida através das reações dos adultos que nos cercam.

O que existe em sua "lista deveria" que poderia ser abandonado com uma sensação de alívio? _ Louise Hay

Temos então a sugestão de um novo exercício, em que avaliamos o que de fato desejamos, independente da opinião alheia e estabelecemos o que "podemos" fazer e não o que "devemos" fazer. Deixamos de nos acusar, por estar errando em atender expectativas e nos abrimos para buscar o nosso conceito de certo.

Amor próprio é a chave da mudança


A autoaceitação e a autoaprovação são as bases de uma mudança positiva em nossa vida, quando aprendemos a nos amar de verdade não prejudicamos o nosso corpo, nem as outras pessoas.

Não será possível nos amarmos enquanto estivermos nos criticando, pois desta forma nos prendemos aos padrões de pensamento e fala que nos mantem presos aquilo que desejamos mudar, impedindo que os velhos ciclos do fracasso sejam rompidos.

Lembre-se, você esteve se criticando por anos e não deu certo, Tente se aprovar e veja o que acontece. _ Louise Hay

O amor é a resposta que procuramos, é o remédio milagroso que pode nos curar.

Quando sentimos amor pela vida, pela beleza, pelas outras pessoas, pelo conhecimento pela nossa mente e nosso corpo, pelos animais, pela natureza e por todo o Universo, estamos vibrando na energia saudável.

Amor, para mim, é apreciação por nós mesmos e uma gratidão pelo milagre do nosso corpo e nossa mente. _ Louise Hay

Mas, a verdade, é que na maior parte do tempo não nos tratamos com amor, pois acreditamos não sermos bons o bastante ou dignos de amor e adotamos atitudes contrárias ao amor quando: nos censuramos, nos criticamos, maltratamos o nosso corpo com alimentos errados, álcool ou droga, temos medo de cobrar o preço justo por nosso trabalho, criamos doenças em nosso corpo, adiamos fazer coisas que nos beneficiariam, vivemos o caos e a desordem, criamos dívidas e fardos, nos culpamos pelo comportamento do outro para conosco, atraímos amantes e parceiros que nos diminuem.

Louise cita que os bebês amam cada parte do seu corpo, e até as suas fezes e que o nosso desafio é resgatarmos este amor incondicional por nós mesmos.

Em resumo, todos os problemas que enfrentamos são apenas o fato de não nos acharmos bons o bastante porque não sabemos nos amar. Deste modo, problemas de saúde, de relacionamento, finanças ou falta de expressão criativa, são apenas efeitos colaterais do problema central que é NÃO AMAR A SI MESMO!


Exercícios


Após entender os conceitos abordados acima, é recomendável realizarmos os exercícios propostos na obra. Optei por listá-los na ordem em que aparecem para facilitar a prática sequencial.


Exercício 1: Identifique o estado atual de sua vida respondendo as perguntas abaixo:

  1. O que esta acontecendo em minha vida?

  2. Como anda a minha saúde?

  3. Como eu ganho a vida? Eu gosto do meu trabalho?

  4. Como anda as minhas finanças?

  5. Como esta a minha vida amorosa? Como terminou o meu último relacionamento? E o relacionamento antes desse, como terminou?

  6. Faça um breve resumo da sua infância

Exercício 2: Continuar a seguinte sentença com 5 ou 6 pensamentos que vierem a sua mente a cerca de quem você sente que deveria ser, ou o que você sente que deveria fazer, porque sente que deveria fazer isto e por quais motivos não fez ainda. Experimente:

  1. Eu deveria....

  2. Eu deveria fazer isso porque...

  3. Porque eu não fez isso?

  4. Se eu quisesse de verdade eu poderia...

Exercício 3: Como você expressa a sua falta de autovalorização? Liste pensamentos, falas e comportamentos de não amor que você tem tido consigo mesma.


Exercício 4: Pegue um espelho pequeno, olhe bem nos seus olhos, diga o seu nome e em seguida afirme: "Eu te amo e aceito exatamente como você é!"


Afirmação positiva


Na abertura de cada capítulo, Louis apresenta uma sugestão de afirmação positiva. Opte por apresentá-las condensada em uma única afirmação transcrita abaixo:


Na infinidade da vida onde estou, tudo é perfeito, pleno e completo, e no entanto a vida esta sempre mudando. Não existe começo nem fim, somente um constante ciclar e reciclar de substâncias e experiências. A vida nunca está emperrada, estática ou rançosa, pois cada momento é sempre novo e fresco. Eu sou uno com o Poder que me criou, e esse Poder me deu poder de criar minhas próprias circunstâncias. Regozijo-me no conhecimento de que eu tenho o poder de minha mente para usar de qualquer forma que eu escolher Cada momento da vida é um novo ponto de começo à medida que nos afastamos do velho. Este momento é um novo ponto de começo para mim bem aqui e agora mesmo. O amor está em todos os lugares e eu sou amorosa e digna de amor.

Eu perdoo a todos os que me feriram por não serem como eu queria que fossem. Eu os perdoo e os liberto.

Acredito num poder muito maior do que eu que flui através de mim cada momento de cada dia.

Abro-me à sabedoria interior, sabendo que existe apenas uma inteligência neste Universo. Desta inteligência vêm todas as respostas, todas as soluções, todas as curas, todas as novas criações. Confio nesse Poder e Inteligência, sabendo que seja o que for que eu precise saber é revelado a mim e que seja o que for que eu precise vem a mim na hora, no espaço e na sequência certa.

Estou sempre Divinamente protegido e guiado.

É seguro para mim olhar para o meu interior. É seguro para mim olhar para o passado. É seguro para mim ampliar minha visão da vida. Sou muito mais do que minha personalidade - passada, presente ou futura. Agora escolho me elevar acima de meus problemas de personalidade para reconhecer a magnificência do meu ser. Estou totalmente disposto a aprender a me amar.

O passado não tem poder sobre mim porque estou disposto a aprender e mudar. Vejo o passado como necessário para me trazer até onde estou hoje. Estou disposto a começar bem aqui, onde estou agora, a limpar os cômodos de minha casa mental. Sei que não importa onde inicio, de modo que agora começo com os cômodos menores e mais fáceis, e assim verei os resultados rapidamente. Sinto-me emocionada por estar no meio dessa aventura, pois sei que nunca passarei por essa experiência específica de novo. Estou disposta a me libertar.

Não escolho mais acreditar nas velhas carências e limitações. Agora escolho começar a me ver como o Universo me vê, perfeito, pleno e completo. A verdade do meu Ser é que fui criado perfeito, pleno e completo. Sempre serei perfeito, pleno e completo. Agora escolho viver minha vida a partir dessa compreensão. Estou no lugar certo, na hora certa, fazendo o que é certo. Agora escolho com calma e objetividade ver meus velhos padrões e estou disposta a fazer mudanças. Sou receptiva, posso aprender. Estou querendo mudar. Escolho me divertir enquanto faço isso. Escolho reagir como se eu tivesse encontrado um tesouro quando descubro algo mais para soltar. Vejo-me e sinto-me mudando momento a momento. Os pensamentos não têm mais poder sobre mim. Sou o poder do meu mundo. Opto por estar livre.

Vejo os padrões de resistência dentro de mim somente como algo mais de que devo me livrar. Eles não têm poder sobre mim. Eu sou o poder no meu mundo.

Fluo com as mudanças que estão ocorrendo em minha vida da melhor forma que posso. Aprovo-me e aprovo a forma como estou mudando. Estou fazendo o melhor possível.

Cada dia fica mais fácil. Alegro-me por estar no ritmo e no fluxo de minha vida sempre em mutação. Hoje é um dia maravilhoso. Escolho entendê-lo assim.

A mudança é a lei natural da minha vida. Dou boas-vindas a ela. Estou disposto a mudar.

Escolho mudar meu pensamento. Escolho mudar as palavras que uso. Vou do velho para o novo com facilidade e alegria. É mais fácil perdoar do que eu imaginava. O perdão me faz sentir livre e leve. É com alegria que aprendo a me amar cada vez mais. Quanto mais ressentimento desprendo, mais amor tenho para expressar. Modificar meus pensamentos me faz sentir que sou bom. Estou aprendendo a fazer de hoje um prazer a ser vivenciado.

Minha vida é sempre nova. Cada instante de minha vida é novo, fresco e vital. Uso meu pensamento afirmativo para criar exatamente o que quero.

Este é um novo dia. Eu sou novo. Penso de modo diferente, Falo de modo diferente. Meu novo mundo é um reflexo do meu novo modo de pensar. É um prazer e uma alegria plantar novas sementes, pois sei que elas se tornarão minhas novas experiências.

Eu me amparo e a vida me ampara. Vejo provas da Lei atuando em torno de mim e em todas as áreas de minha vida. Reforço o que aprendo da maneira mais alegre que encontro. Meu dia começa com gratidão e alegria. Espero com ansiedade e entusiasmo as aventuras do dia, sabendo que em minha vida "Tudo é bom". Amo quem sou e tudo o que faço. Sou a viva, amorosa e alegre expressão da vida.

Vivo em harmonia e equilíbrio com todos que conheço. Bem no centro do meu ser existe uma fonte infinita de amor.

Agora deixo esse amor vir à tona.

Ele enche meu coração, meu corpo, minha mente, minha consciência, todo o meu ser e irradia-se de mim em todas as direções, voltando a mim multiplicado.

Quanto mais amor uso e dou, mais tenho para dar.

O suprimento é infinito. Sinto-me bem com o amor e essa sensação é uma expressão de minha alegria interior.

Eu me amo. Portanto, cuido carinhosamente de meu corpo.

Amorosamente eu o alimento com comidas e bebidas nutritivas. Amorosamente exercito e arrumo meu corpo e ele, com carinho, me responde com saúde e energia vibrantes. Eu me amo. Portanto, dou-me um lar confortável, que atende minhas necessidades e onde sinto prazer em morar. Encho seus cômodos com a vibração do amor, e assim, todos os que neles entram, eu inclusive, sentem esse amor e por ele são nutridos. Eu me amo.

Portanto, trabalho no que realmente gosto de fazer, usando meus talentos e habilidades criativas.

Trabalho para e com pessoas que amo e que me amam, recebendo um bom pagamento pelos meus serviços.

Eu me amo. Portanto, ajo e penso de forma carinhosa com todos, pois sei que o que dou volta a mim multiplicado. Atraio somente pessoas carinhosas para o meu mundo, pois elas são um reflexo de mim. Eu me amo. Portanto, perdoo e liberto totalmente o passado e todas as experiências passadas. Eu estou livre. Eu me amo.

Portanto, vivo plenamente o presente, vivenciando cada momento como bom e sabendo que meu futuro é brilhante, alegre e seguro, pois sou um filho amado do Universo e o Universo, com todo o amor, cuida de mim agora e para sempre.

Meus singulares talentos e habilidades criativas fluem através de mim e se expressam das maneiras mais gratificantes. Existem pessoas lá fora sempre procurando pelos meus serviços. Sou sempre requisitado e posso escolher o que quero fazer. Ganho bem trabalhando no que me satisfaz. Meu trabalho é uma alegria e um prazer.

Sou uno com o Poder que me criou. Tenho dentro de mim todos os ingredientes do sucesso.

Agora permito que a fórmula do sucesso flua através de mim e se manifeste em meu mundo. Tudo o que sou guiado a fazer se transforma em sucesso. Aprendo com todas as experiências.

Progrido de sucesso em sucesso e de glória em glória. Meu caminho é uma escada que leva a cada vez mais sucesso.

Estou totalmente aberta e receptiva ao fluxo abundante de prosperidade que o Universo oferece. Todos os meus desejos e necessidades são atendidos antes mesmo de eu pedir. Sou divinamente guiada e protegida, e faço escolhas benéficas para mim Rejubilo-me com o sucesso dos outros, sabendo que há muito para todos nós. Estou constantemente aumentando minha percepção consciente da abundânica e isso se reflete numa renda sempre crescente.

O que é bom para mim vem de tudo e de todos.

Reconheço o meu corpo como um bom amigo. Cada célula do meu corpo possui Divina Inteligência. Ouço o que ele diz e sei que seus conselhos são válidos. Estou sempre segura e Divinamente protegida e guiada. Escolho ser saudável e livre. Tudo está bem em meu mundo.

Aceito a saúde como o estado natural de meu ser. Eu agora liberto conscientemente qualquer padrão mental dentro de mim que poderia expressar como doença de qualquer forma. Eu me amo e me aprovo. Amo e aprovo o meu corpo.

Eu o alimento com comidas e bebidas nutritivas.

Eu o exercito de maneiras divertidas.

Reconheço meu corpo como uma maravilhoso e formidável máquina e considero um privilégio viver dentro dele.

Adoro ter muita energia.

Cada um de nós, eu inclusive, experimenta a riqueza e plenitude da vida de maneiras significativas. Agora olho para o passado com amor e escolho aprender com as velhas experiências. Não existe nem o certo nem o errado, nem o bem nem o mal. O passado está terminado. Existe apenas a experiência do momento.

Eu me amo por ter me trazido por entre esse passado até o presente. Compartilho o que e quem sou, pois sei que somos um só em espírito.

Tudo está bem no meu mundo.


Busquei ser o mais fiel e didática possível na construção desta resenha. Mas, lembre-se: Nada substitui a leitura completa da obra. E esta obra da Louise em específico é muito profunda e reveladora.


Em amor,

7 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo